As principais formas de usar o filme bopp em etiquetas adesivas

Hoje em dia, fatores visuais são fundamentais para as mais variadas áreas. Neste cenário, a produção gráfica desempenha um importante papel, em especial, para pessoas que buscam dar vida para seus conceitos e objetivos.

O que é produção gráfica?

Seja para a identidade de uma pequena marca, grande empresa ou por outros motivos, é justamente por meio da produção gráfica que as etapas necessárias para materializar um projeto são realizadas.

É possível buscar por profissionais dessa área para elaborar desde panfletos, etiquetas adesivas, cartões de visita, até a produção de itens mais específicos, como os catálogos e revistas.

Qual a relação do filme bopp na produção gráfica?

Nesta área, é comum encontrar uma variedade notável de elementos para a elaboração de determinados projetos.

No caso de materiais adesivos, como rótulos e etiquetas, uma alternativa muito usada, é filme bopp.

Trata-se de um material de baixa densidade e que promove uma superfície lisa. Por isso, a etiqueta adesiva bopp ou rótulo, pode apresentar maiores possibilidades de aplicação em produtos, tais como:

  • Personalização de produtos artesanais;
  • Embalagens de alimentos;
  • Rótulos de garrafas de vidro;
  • Identificação em ambientes.

O grande diferencial de etiquetas, ou adesivos produzidos com o filme plástico bopp, é a facilidade, seja para aplicar ou no processo de remoção.

Além do mais, podem ser aplicadas em produtos que se enquadram em ambientes secos e também em locais úmidos, como frigoríficos e geladeiras.

Conheça mais aspectos da produção de adesivos

Em cada etapa do processo de elaboração de um projeto, é importante que o segmento gráfico conte com profissionais especializados.

Não seria diferente ao se tratar da produção de adesivos. Estes itens são muito usados para a comunicação visual e atendem finalidades variadas.

O adesivo de vinil, por exemplo, apresenta grande versatilidade e flexibilidade.

Dessa forma, é possível que suas folhas sejam cortadas de diferentes tamanhos e formas, tornando possível a produção de um adesivo de vinil personalizado.

Há diferentes tipos de vinil adesivo que podem atender finalidades distintas. Por exemplo, o vinil fosco e brilho é normalmente aplicado na decoração de ambientes, seja internamente ou externamente.

Já o vinil transparente, permite a impressão digital ao mesmo tempo em que preserva a transparência. Tal característica faz com que essa seja comumente aplicado na sinalização de vidros.

Como os adesivos e etiquetas são feitos?

Há uma grande variedade de métodos, para quem deseja descobrir como fazer adesivos, é importante se ater a qualidade e procedimentos que mais se adequam à estrutura em questão.

De forma geral, os adesivos plásticos são constituídos em PVC. No entanto, de acordo com a finalidade dos adesivos, é possível encontrar alternativas em papel couchê, papel térmico, poliéster e tyvek.

Para atender os resultados que almeja, é importante observar o tipo de superfície em que o adesivo será aplicado.

No caso da impressão de etiquetas, também é possível encontrar uma gama e processos e materiais, que pode resultar na insistência da dúvida de como imprimir etiquetas.

Caso consista em impressões simples e em quantidades menores, as impressoras multiuso podem ser tranquilamente utilizadas.

No entanto, para grandes quantidades, ajustes de padronização, entre outros aspectos a serem atendidos, buscar por profissionais se torna a alternativa mais viável.

Além do mais, pode ser a melhor opção para assegurar a qualidade e o alinhamento adequado da impressão, que em gráficas normalmente é feito por impressão por termotransferência.

Quais são as vantagens das impressoras por transferência térmica?

Basicamente, a impressora apresenta uma cabeça de impressão, que por sua vez realiza o aquecimento e a transferência da tinta do ribbon para a etiqueta.

Esse método contribui com as possibilidades de aplicação, uma vez que existem ribbons de variadas cores e materiais, que são incorporados conforme as necessidades dos componentes da etiqueta e às condições em que estará sujeita.

Dessa maneira, esse tipo de impressão tem atuação favorável em indústrias, por proporcionar velocidade e qualidade simultaneamente.

Além disso, caracteriza-se como um material de grande durabilidade e custo/benefício.

No caso de haver interesse por impressão sem o ribbon, é possível recorrer a transferência direta, que usa o papel termossensível no processo de impressão.

No entanto, neste caso, a etiqueta não apresenta grande durabilidade quando comparada ao processo que envolve o ribbon e só é possível efetuar a impressão em uma única cor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *