Comunicação visual: produtos, fachada e impressão

comunicação

A comunicação visual atua para promover uma empresa, por meio dos seus produtos, serviços e imagem diante do seu público e concorrência.

Essa imagem não se refere necessariamente a propagandas sobre a empresa, mas também em pequenos detalhes que fazem toda a diferença.

Estratégias de comunicação para a fachada

A fachada é uma ótima vitrine para expor a comunicação visual de uma marca. Na verdade, a fachada é o primeiro contato que seu cliente terá com a empresa, e por isso ela precisa ser muito bem iluminada, ter cores que chamam a atenção, além de contar com placas em acrilico personalizadas que tenham o nome da empresa, seu logotipo e identidade visual.

A ação de tornar os materiais da empresa personalizados é muito interessante pois agrega:

  • Reconhecimento da marca em seu cliente;
  • Diferencial competitivo diante da concorrência;
  • Uma melhor consolidação da sua marca no mercado;
  • Credibilidade e maior confiança por parte dos clientes.

Diante disso, é essencial contar com uma placa de acrílico personalizada, assim como com uma fachada bem estruturada que possa chamar a atenção do público-alvo.

Peças impressas que podem ser utilizadas

Na comunicação visual, diversos produtos impressos podem ser planejados levando em conta o orçamento da empresa, decisões com a equipe gestora, identidade da empresa, sua marca visual, produtos e públicos.

Os produtos que são impressos e que são comuns dentro da comunicação visual, geralmente, tem como foco a divulgação de um produto ou serviço.

Porém, a comunicação visual vai além de banners, outdoors e cartazes, atingindo também elementos como etiquetas e adesivos que serão utilizados nos produtos da empresa.

A forma de impressão

A partir do momento que um plano de comunicação visual é feito e existe um projeto sobre as peças que serão impressas, conhecer o tipo de impressão é fundamental para garantir um fechamento do orçamento, assim como uma qualidade da peça impressa.

Uma ótima opção para impressão, é a ribbon impressora. Este tipo de impressora possui uma fita térmica, e por isso é utilizada em impressoras que são consideradas como térmicas.

Como existe uma película que é plástica e revestida com a tintura, as informações necessárias são transferidas ao material de impressão, após o processo de aquecimento. Essa impressora, ainda, é composta por silicone e tinta.

Com isso, o uso desse material é muito comum para a impressão de:

  • Código de barras;
  • Etiquetas;
  • Adesivos;
  • Outros materiais que necessitam de impressão térmica.

O mais interessante sobre o ribbon para impressora são as suas características, pois este material apresenta um custo baixo, em relação com as outras formas de impressão. Sobre as propriedades e características do ribbon, é importante ressaltar que existem tipos de ribbon que precisam ser levados em consideração, como é o caso de resina ou de cera.

Além disso, este tipo de impressora pode se submeter a um processo de automação industrial, fazendo com que o processo seja ainda mais rápido e otimizado.

Com isso, o cliente consegue ter rapidamente um material com elevada qualidade e precisão. Este tipo de impressora também é considerada segura e requer pouca manutenção.

Como a etiqueta ribbon é um dos produtos que podem ser feitos por meio desse modelo de impressão, é fundamental conhecermos os tipos de ribbon.

O primeiro modelo é o ribbon de resina, que é indicado para locais que sofrerão atrito e mudanças de temperaturas bruscas. Com isso, ele é indicado para produtos de limpeza, materiais ácidos ou que serão expostos ao congelamento. Esse material é fortemente resistente diante das variações de temperatura.

Já o ribbon misto, é uma mistura da resina e da cera, adquirindo outras propriedades particulares. Esse material também apresenta elevada durabilidade e é mais indicado para a etiquetagem de cargas.

Essas etiquetas podem ser utilizadas, por exemplo:

  • Para advertência;
  • Em gôndolas;
  • Em automóveis;
  • Em estantes.

O ribbon de cera, o último modelo, esse tipo de impressão é destinada para os dados, ou seja, são etiquetas mais comuns, mas que também apresentam uma fragilidade maior, não podendo ser expostas a atritos ou variações de temperatura. Como exemplo, podemos destacar as etiquetas que são utilizadas em rótulos, supermercados ou em produtos da farmácia.

Por isso, é fundamental que a empresa conheça seu público e seus produtos, para conseguir ter uma melhor orientação sobre o uso do melhor material.

Diante disso, fica muito mais fácil realizar a locação de impressora São Paulo, ou em outra cidade, dentro das necessidades e particularidades da empresa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *