Empresas apostam em material gráfico para divulgação

divulgação

Não há divulgação de um grau de importância para os cinco sentidos do ser humano. O tato, o paladar, a visão, a audição e o olfato possuem suas respectivas funções, quando precisam ser acionadas pelo cérebro.

Quando o assunto é a visão, ela pode ser aplicada em diversos fatos da vida, e se torna um dos mais importantes sentidos quando se trata de divulgação de empresas, marcas, produtos e serviços.

Uma empresa que investe em comunicação visual está apostando que o cliente vai receber uma informação que vai acionar algum ponto no cérebro que vai despertar diferentes sentimentos, como empatia ou necessidade de aquisição.

Dessa forma, quando um pedestre está caminhando na calçada ou está dentro de um estabelecimento comercial, a percepção visual é imediata, captando informações necessárias que ajudam a vender um serviço ou um produto.

Formar opinião a partir da fachada

Um restaurante precisa informar ao consumidor que está estabelecido em determinado local. Um supermercado só pode atender os clientes com as portas abertas, divulgando sua presença em um bairro ou uma cidade, por meio de ferramentas de comunicação visual.

Até mesmo estabelecimentos comerciais de menor porte precisam de uma fachada apropriada. Assim, o consumidor pode entender o tipo de serviço prestado, ajudando a formar uma opinião própria se pode ou não se precisa dos produtos oferecidos naquele local.

Nesse momento entram as empresas que desenvolvem projetos de comunicação visual personalizados, empregando na frente do estabelecimento comercial uma fachada letra caixa iluminada com o nome fantasia que remete aos produtos disponíveis.

Esse modelo de comunicação visual não é único, mas estabelece o primeiro contato com os clientes atingindo, principalmente, o público-alvo, que possui a capacidade de decisão por meio do sentido da visão.

Para atrair os clientes, uma fachada devidamente instalada emprega diversos benefícios, entre as quais:

  • Atrai clientes indecisos;
  • Fortalece a marca no mercado consumidor;
  • Transmite dados de maneira direta;
  • Destaque perante a concorrência.

Os centros urbanos são formados por diversos estabelecimentos comerciais que, quando estão em um zoneamento urbano planejado, podem dividir uma mesma região, colocando à disposição do cliente a escolha final.

Por isso, o investimento em uma comunicação visual devidamente planejada, com uma letra caixa iluminada na fachada e uma interligação com o ambiente interno, produz no consumidor diferentes sensações.

A partir da escolha, outras sensações podem ser trabalhadas, como o olfato para um restaurante, a audição para uma loja de equipamentos eletrônicos ou o tato para uma loja de brinquedos.

Divulgação se estende para outros pontos

Uma vez dentro do estabelecimento comercial, o cliente precisa de mais informações, que podem ser passadas de maneira oral, por meio de um funcionário devidamente treinado. Isso pode tomar tempo e repetitivo.

A visão continua sendo uma importante sensação que deve ser trabalhada da melhor maneira possível. Por isso, a instalação de um banner horizontal em um espaço de fácil visualização funciona como forma de transmitir uma informação de maneira rápida e direta.

As informações podem ser variadas, como um liquidação em andamento, a aceitação de cartão de créditos de diferentes bandeiras ou mesmo um promoção imperdível de queima de estoque.

Lojas de departamentos, lojas de roupas, restaurantes, lanchonetes e até mesmo quiosques em cidades litorâneas utilizam essa ferramenta para atrair os consumidores,

A instalação do banner na horizontal permite chamar a atenção com uma frase de efeito que influencia nos sentimentos do cliente. Palavras como “desconto”, “últimas unidades”, “promoção”, são algumas que despertam o interesse e a curiosidade do cliente.

Aproximação pessoal requer cuidado

A comunicação visual também pode ser empregada de maneira formal, em uma transação de negócios que permite oferecer alguns dados para que o consumidor possa entrar em contato em um momento oportuno.

Para isso é preciso oferecer um cartão de visita profissional, com dados primordiais como:

  • Nome;
  • Endereço;
  • Telefone;
  • E-mail;
  • Site.

São informações básicas para que o receptor possa contatar o profissional assim que possível. Essa entrega pode ocorrer em um encontro informal, uma palestra, um seminário ou qualquer situação que a aproximação seja permitida.

Os profissionais precisam expor a disponibilidade de serviço a partir de algum meio de divulgação, por isso a entrega de um cartão de visita psicologo para um paciente pode ajudar no contato quando necessário.

As possibilidades de intervenção na psique de um consumidor por meio dos sentidos humanos são variadas, dependendo apenas da capacidade intuitiva de profissionais que trabalham com propaganda e marketing.

A disponibilidade de diversas ferramentas podem ser um fator imprescindível, mas é preciso saber aplicar cada uma no momento correto, pensado para cada empresa e público-alvo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *